Dálmata

Está pensando em ter um cachorro e na hora decidir a raça optou por um dálmata? Mas você conhece bem essa raça, sua origem, comportamento e necessidades alimentares? Então saiba agora tudo sobre esses cães.

Origem dos Dálmatas

O dálmata é um cão inconfundível, branco com suas manchas pretas se destaca das demais raças, porém a sua origem não é totalmente certa. Seu nome vem de Dalmatia, uma região no oeste da Iugoslávia, mas não é certo de que ele tenha se originado ali. Entre seus ancestrais pode haver algumas versões do Great Dane manchado ou de Pointers, o que também não é comprovado.

O dálmata já foi usado para inúmeras funções, já foi incluíram em brigas de cães, cão pastor, caçador de ratos e até cão de circo, mas foi mais conhecido na Inglaterra vitoriana como cão de carruagem.

Comportamento do Dálmata

O dálmata é muito social, por isso ele precisa de companhia de seus donos e muita atenção. Por ele ser extremamente sensível não recomenda-se que ele seja deixado sozinho por um período muito grande, pois ele pode ficar deprimido. Ele não é recomendado para quem mora em apartamentos ou quem tenha crianças pequenas, pois ele é um pouco indisciplinado. Ele se da bem com outros animais de estimação, mas podem se mostrar agressivo com algumas raças de cães, por ciúmes de atenção. Ele é um ótimo cão de quarto, além de ser silencioso e só latir quando necessário.

Os dálmatas são cães velozes, pois na Inglaterra antiga eram criados para acompanhar os cavalos, o que faz deles cães bem resistentes, podem chegar a corre um dia inteiro, em ritmo moderado.

Com pelo curto, não é necessário realizar tosa, escova-los pelo menos uma vez por semana já é suficiente. Porém ele deixa muito pelo pelos locais onde passa.

Alimentação dos Dálmatas

Os dálmatas adultos devem ser alimentados por meio de uma dieta equilibrada para ele não ganhe peso desnecessário.  A dieta do dálmata deve levar em conta as características especificas dessa espécie, além da capacidade de digerir os nutrientes de forma adequada. Os filhotes devem ser alimentados com uma ração de filhotes com alto conteúdo de vitaminas, pois ela condiciona a saúde do cão na vida adulta.

Vacinas para o dálmata

Vacinar o cão garante que ele tenha imunidade contra doenças perigosas, que dependendo pode até atingir humanos, como a raiva e a leptospirose. Além disso a vermifugação também importante e é uma rotina que deve ser adotada frequentemente, com a orientação de um veterinário, independente se o cão tem ou não vermes.

Informações adicionais sobre os dálmatas

  • Raça: Dálmata
  • Origem: Croácia
  • Porte: Médio
  • Grupo: Farejadores
  • Finalidade: Cães de companhia
  • Adestramento: O número 39 na escala de inteligência
  • Pelagem: Pelos curtos, duros, lisos e brilhantes
  • Cores: Brancos, quer com manchas pretas
  • Expectativa de vida: De 10 a 12 anos
  • Atividade física: Alta
  • Os dálmatas não vivem confortável em temperaturas baixas e não devem ser
  • deixados em locais descobertos, como quintais, pelo menos durante as noites mais frias
  • Personalidade do: Leal, inteligente e ativo
  • Características do: Brincalhão, com expressão inteligente
  • Cachorro para apartamento: Não
  • Cachorros para crianças: Não
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *