vacina contra raiva

Vacina contra raiva: Saiba a importância de prevenir essa doença!

Não é frequente, mas ainda sim vale a preocupação, por isso, quem tem animal em casa deve procurar prevenir meu bichano desde filhote contra a raiva. Esta doença não tem cura e mata em 100% dos casos e a única forma de prevenção é a Vacina Antirrábica.

Além da preocupação com o animal, os donos também devem ter cuidado, pois a Raiva é uma zoonose afeta os seres humanos. Pessoas podem se vacinar contra a raiva também, pois a vacina não contém o vírus vivo e não faz mal.

Como a raiva é transmitida?

A raiva é transmitida pela saliva dos animais contaminados, e passa por meio da mordida dos cães ou gatos doentes, sendo que nos cachorros e pessoas, o vírus pode ficar no organismo por até dois meses até que se perceba os sintomas. Estes sinais são parecidos, mas nos gatos, ocorrem de forma menos agressiva.

Nas pessoas, ela é transmitida pela inoculação do vírus presente na saliva e secreções do cão ou gato infectado, geralmente pela mordida.

Como e quando aplicar a vacina antirrábica?

Sendo a única maneira de prevenir a Raiva, a Vacina Antirrábica deve ser aplicada nos cães e gatos ainda quando filhotes, com no mínimo quatro.

Em humanos, pode ser utilizada de duas maneiras: antes da pessoa contaminada, mas em risco ou caso ela se contamine.

Raiva em humanos

Por ser uma doença incurável nos animais, quando transmitida para as pessoas, pode ser extremamente agressiva e, alguns casos, fatal. Mas como nos humanos a raiva tem cura, assim que perceber os sintomas, procure de imediato, um local especializado em doenças infecciosas.

Lactante pode tomar essa vacina?

Esta vacina não tem contraindicação, pois é uma doença muito grave, com nível de fatalidade de 100%.

Doses da vacina contra a raiva

É preciso três doses, intercalando-as de sete em sete dias nas duas primeiras doses e para a terceira, aguarde 28 dias após a primeira. Caso a exposição ao vírus persista, tome uma dose de reforço em seis a 12 meses após a primeira dose.

Cães com Raiva

A Raiva nos cães pode aparecer de três maneiras:
Raiva Furiosa – o animal de isola e morde o ar, fica muito agitado, sem motivo;
Raiva Muda – cansaço, permanência em lugares escuros e leva à paralisia e, ao óbito rapidamente;
Raiva Intestinal – mais rara e agressiva, causa cólicas, vômitos e hemorragias gastrointestinais. Mata em menos de três dias.

É comum o cão que foi mordido por outro doente, começa a lamber, excessivamente, o local da mordida, recusa comida e come os próprios excrementos. Salivar demais é sinal clássico e pontual de um cachorro infectado. Quando chega a este estágio, já começa a ficar mais agressivo e ter partes do corpo paralisadas, chegando a falecer em até 48h.

Raiva em gatos

Os sinais de raiva em gatos são: alteração brusca de comportamento, perda de apetite, hidrofobia, febre, agitação e salivação incomum, ficam muitos agressivos e paralisia, levando os felinos ao óbito com 10 dias.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *