Skip to content

Pulgas: Como evitar que o seu cão pegue

setembro 24, 2015
pulga

O controle de algumas doenças nos cães é importante tanto para manter a saúde do animal quanto para evitar a transmissão destas doenças para os seres humanos, podendo ocorrer de maneira direta ou indireta.

Para prevenir qualquer enfermidade transmitida pelos cães, alguns cuidados físicos e químicos devem ser feitos em relação ao controle do animal e do ambiente. Neste artigo, mostraremos algumas dicas de como evitar que seu cão pegue pulgas e como realizar o controle deste inseto.

O que são as pulgas?

As pulgas são insetos considerados hematófagos, ou seja, que se alimentam de sangue. No Brasil, foram catalogadas 59 espécies de pulgas e somente algumas delas podem ser encontradas em cães e gatos. A espécie Ctenocephalides felis é a mais comum entre os animais domésticos, causando muitos problemas dermatológicos nos animais e também sendo vetor de transmissão de alguns patógenos.

As pulgas quando adultas ficam no corpo do cão, alimentando-se do sangue do mesmo. Os ovos são colocados pelas fêmeas entre os pelos do cão, porém estes não aderem ao mesmo e podem cair em diversos locais por onde o animal passe ou descanse.

Em função disso, é sempre indicado o controle integrado visando cuidar do hospedeiro e também do ambiente, já que 95% da população de pulgas nos estágios de ovos, larvas e pupas estão no ambiente e somente 5% delas no estágio adulto estão parasitando o cão.

Como evitar que seu cão pegue pulgas?

Algumas medidas preventivas podem ajudar muito a evitar que seu cão pegue pulgas, mantendo a saúde do cão e também a saúde da família, já que as pulgas são vetores para transmissão de muitas doenças para os seres humanos também, tais como a peste e a leishmaniose.

Veja, a seguir, algumas dicas para evitar que seu cão pegue pulgas:

Mantenha o ambiente sempre limpo e higienizado:

Mantenha todos os ambientes em que seu cão esteja sempre muito limpos. Faça uma limpeza rigorosa para retirar matéria orgânica, podendo-se utilizar água, vapor superaquecido ou o aspirador de pó.

Caso haja proliferação de pulgas, utilize produtos químicos próprios para esta função, tai como os reguladores de crescimento de insetos, os organofosforados e os carbamatos. Dê atenção especial para os locais mais úmidos e protegidos do sol;

Restrinja o acesso do cão a determinados cômodos:

Se seu cão estiver infectado por pulgas, ele poderá levar os ovos para dentro destes cômodos, podendo causar a transmissão de doenças para a família e aumentando o contato do cão com os ovos das pulgas, prejudicando o controle da higiene do ambiente;

Evite o contato do seu cão com outros animais:

Não deixe seu cão ter contato com outros cães que não sejam bem cuidados ou que tenham pouco controle de higiene. Esteja sempre acompanhando seu cão e garanta que este só passe por ambientes controlados e livres de pulgas.

Mantenha sempre uma rotina de exames do seu cão no veterinário para garantir que ele esteja sempre saudável e livre das pulgas;

Conclusão

As pulgas são insetos hematófagos que podem causar diversos problemas na saúde do seu cão e que também podem transmitir algumas doenças para os seres humanos. Siga estas dicas para evitar que seu cão pegue pulgas.

Continue conosco nos próximos artigos e deixe aqui seus comentários ou dúvidas. Até mais.