Skip to content

Catarata em cães: O que é? Sintomas e causas

fevereiro 3, 2016

Algumas doenças são comuns para humanos e cachorros e a catarata é uma delas. Sendo uma incapacitante doença de visão, a catarata pode afetar seriamente a qualidade de vida do seu cachorro, podendo, inclusive, causar riscos para a sua segurança. Informar-se sobre a doença ainda é o melhor jeito de ajudar seu melhor amigo e, por isso, confira a seguir todas as informações sobre a catarata em cães.

Catarata em cães: O que é?

Assim como acontece com a visão humana, a visão canina pode sofrer com a catarata quando o fino tecido da lente canina sofre uma degeneração.

Quando isso acontece, essa lente perde a transparência, dificultando ou mesmo impedindo a passagem de luz. Com isso, não há como acontecer a formação total de imagens porque os estímulos visuais não chegam em outras partes do olho com eficiência, impedindo a transmissão pelo nervo ótico.

Quais as causas?

Basicamente, algumas raças de cães possuem mais predisposição genética a desenvolver esse tipo de problema ocular. As raças de porte menor, como poodle e yorkshire, tendem a sofrer mais, mas outras raças como cocker spaniel e golden retriever.

A idade também é um fator, já que com o passar dos anos pouco a pouco o organismo canino vai se deteriorando. Dentre as áreas afetadas pode estar a lente canina, fazendo com que ela termine opaca.

A diabetes canina e algum tipo de lesão ou trauma são outros fatores de risco que contribuem para a ocorrência dessa doença mesmo quando não há qualquer indicação genética.

Quais os sintomas?

Em um estágio mais avançado, os sintomas da catarata em cães são bastante pronunciados: olho com aspecto esbranquiçado ao redor e azulado no centro, dificuldade de locomoção do animal e perda total da visão.

Em estágios iniciais, entretanto, os sintomas são mais amenos e incluem, por exemplo, o animal começar a esbarrar mais frequentemente em itens pela casa. Isso se dá devida à gradual dificuldade em enxergar que o animal vai experimentando.

Como tratar?

A catarata canina não tem cura e por causa disso só pode ser tratada com cirurgia. Esse tipo de cirurgia inclui a remoção da lente danificada, que pode ou não acabar sendo substituída por outra.

De qualquer forma, mesmo com a cirurgia não é possível devolver ao cão uma visão totalmente recuperada. Apesar disso, quanto antes a doença for diagnostica melhores tendem a ser os efeitos da cirurgia, até porque mais fácil se torna a recuperação.

O problema desse tratamento, entretanto, é que os cães tendem a desenvolver inflamações pós-cirúrgicas e, com isso, o pós-operatório é fundamental para o sucesso do tratamento.

Como prevenir?

Como a maior parte dos casos possui fundo hereditário a prevenção não é exatamente uma possibilidade. Ainda assim, é sempre importante levar o seu cãozinho para consultas frequentes com o veterinário.

Assim, embora não seja possível evitar ou retardar o aparecimento da doença é possível realizar a cirurgia o quanto antes, garantindo mais qualidade de vida para o seu melhor amigo.

A catarata em cães é uma doença que não possui cura ou prevenção, mas que pode ser tratada com cirurgia para garantir mais qualidade de vida para o seu cachorro. Assim, leve-o sempre ao veterinário e ajude-o a ter uma vida ainda mais confortável.