Skip to content

Bicheira: Como evitar que o seu cão pegue

novembro 29, 2015
bicheira

A quantidade de animais domésticos só cresce no Brasil e para que se mantenha a saúde adequada dos mesmos é importante realizar os cuidados com a alimentação e também com a prevenção de problemas de saúde.

Os cães estão suscetíveis a diversos tipos de doenças, muitas delas transmitidas por insetos como o caso das pulgas e das moscas. Neste artigo, mostraremos algumas dicas de como evitar que seu cão pegue bicheira e como realizar o controle deste problema.

O que é a bicheira?

As moscas são responsáveis pela transmissão de muitas doenças, sendo agentes intermediários para bactérias, para muitos vírus e também para protozoários e helmínticos. A mosca Cochliomyia hominivorax, muito presente nas regiões tropicais, contém larvas que são responsáveis pela transmissão da miíase, também conhecida como bicheira.

A infestação da bicheira ocorre quando esta mosca deposita os ovos em feridas recentes do hospedeiro que, neste caso, é o cão. Estes ovos, por sua vez, contêm algumas enzimas proteolíticas que degradam os tecidos do animal infestado, formando lesões de diversos tamanhos e intensidades, causando um odor bastante desagradável e também dores ao animal.

O cão infectado com bicheira se torna inquieto, tendo dificuldade para se alimentar, perdendo peso e podendo vir a morrer por toxemia, por hemorragia ou por outras infecções bacterianas.

Como evitar que seu cão pegue bicheira?

A bicheira é um problema que pode prejudicar muito a saúde do cão, podendo levar à morte do animal. Ela causa dor, inflamação local e formação gradual de pus. O calor e o ato de coçar também podem levar a ulcerações e invasões de bactérias.

Veja a seguir, algumas dicas para evitar que seu cão pegue bicheira:

Faça o tratamento adequado de feridas:

É comum que os cães tenham pequenas feridas ou problemas dermatológicos, o que pode favorecer o depósito das larvas pela mosca causadora de bicheira. Mantenha um controle adequado junto ao veterinário para tratar de todos os problemas de dermatites, otites ou quaisquer tipos de feridas;

Mantenha os ambientes sempre limpos:

A proliferação das moscas causadoras de bicheiras ocorre com maior frequência durante os meses mais quentes do ano. Mantenha um controle adequado das regiões externas e dos locais onde o cão fica, evitando matas altas, acúmulo de lixos ou resíduos, fazendo uma limpeza periódica em todos os ambientes;

Evite o contato do seu cão com outros animais:

As feridas podem ser causadas por brigas com outros cães, portanto é importante evitar a saída do cão sem o acompanhamento. Outra questão é que o contato com outros animais infectados pode causar também o desenvolvimento da bicheira no animal. Mantenha o seu cão sempre em áreas que sejam limpas e sem animais mal cuidados.

Conclusão

A bicheira é uma doença transmitida por moscas que depositam larvas nas feridas dos cães, causando diversos problemas para a saúde do animal, podendo até causar a morte do mesmo. Siga estas dicas para evitar que seu cão pegue bicheira e mantenha a saúde do seu animal sempre em dia.

Continue conosco nos próximos artigos e deixe aqui seus comentários ou dúvidas. Até mais.