Categoria: Raças de Cachorros

Há hipóteses que Chow Chow seja uma das mais antigas raças de cachorros, uma evolução do lobo cinzento, o ancestral direto do cão, e com raízes nas regiões do norte da China e da Mongólia.

Alguns historiadores afirmam que o Chow Chow era o cão acompanhante das tropas Mongóis durante a invasão da China, da Europa ocidental e do Oriente Médio. Ainda há especulações afirmando que a raça tenha dado origem a outros cães do tipo Spitz, como o Elkhound Norueguês, o Samoieda, o Keeshond e o Spitz Alemão.

Na china do século VII esse cãozinho era utilizado como cão de guarda, ou como cachorro de brigas. O nome Chow Chow (se pronuncia “Chau Chau”). Seu jeitão fofo nos faz lembrar um lobo, e como a raça Shar Pei, ele chama atenção e atrai pela sua beleza.

Famoso por ter a língua azul, é considerado um cachorro reservado e leal. Dizem que quando ele escolhe seu dono é para vida inteira.

Mas quais são suas características? E os cuidados essenciais? Como alimentá-lo? Continue lendo e confira esse artigo completo sobre essa raça.

Características do Chow Chow

chow chow com a língua azul

O Chow Chow é o cão perfeito para quem tem pouco tempo para cuidar e estar com o bichinho em casa. Ele é independente, e não tem aquela necessidade de ficar atrás do dono o tempo inteiro, fica muito tempo sem chamar atenção para carinho. No entanto, o cuidado com seus pelos e olhos é essencial e tem que ser diário. Essa raça pode chegar ter de 46cm a 56 cm de altura e pesar de 24kg a  35kg.

Diferentemente do Rottweiler que está na 9ª posição no Ranking de Inteligência Canina, o Chow Chow está na 76ª posição. Por isso, ao adestrar essa raça, é preciso ter paciência e disciplina, quando filhotes, esse cão é muito teimoso, mas pode aprender com louvor os ensinamentos básicos.

Chow Chow não é muito fã de exercícios físicos, mas precisa de caminhadas diárias, sem forçar muito. Um sinal de que ele precisa descansar é quando sua língua, de coloração azul, começa a ficar mais clara.

Outro ponto, é que como ele possui muito pelo, uma de suas qualidades mais encantadoras, o Chow Chow sofre um pouco com fortes exposições ao calor. Preferindo assim um clima mais frio.

Sua pelagem costuma apresentar cores uniformes, sendo elas, vermelho, preto, canela, creme ou cinza. Ela também pode ser mais lisa ou áspera, vai depender muito da origem do seu cãozinho.

chow chow preto

Outra característica curiosa desse cãozinho, é sua língua azul, que pode variar entre roxo e preto também. Mas você sabia que eles não nascem com essa coloração? Esse excesso de melanina na língua geralmente aparece a partir da quarta semana de vida.

Como já mencionamos, por suas origens, o Chow Chow foi criado para combate, sendo um perfeito cão de guarda/alerta, só late quando percebe algo de errado, mas não é indicado para a defesa propriamente dita.

O Chow Chow é um cachorro robusto, forte, e adorado pelas crianças, isso porque, ele se assemelha muito a um leãozinho e ursinho de pelúcia.

Listamos mais de suas características abaixo:

  • Digno
  • Tranquilo
  • Independente
  • Sério
  • Adaptável
  • Bom guardião
  • Pouco sociável
  • Ativo
  • Alerta
  • Pouco brincalhão
  • Corajoso
  • Calmo
  • Temperamental
  • Discreto
  • Não é muito expressivo
  • Desconfiado
  • Protetor
  • Silenciosos

Quer saber quais sçao as raças que NÃO SOLTAM pelo? Clique aqui e confira a lista que fizemos!


Como é o temperamento dessa raça?

temperamento do chow chow

Esse cãozinho é reservado, distante, teimoso e independente. Embora eles sejam uma fofura, costumam enganar as pessoas com essa carinha de urso bonzinho. Os cachorros da raça Chow Chow não gostam de serem apertados, abraçados ou provocados. Eles costumam ser mais fechados e por isso não gostam muito de carinho.

Socializar o filhote desde cedo é essencial para todas as raças de cachorros, mas extremamente necessário quando se trata do Chow Chow para que eles se tornem mais dóceis.

Eles costumam escolher seu membro da família favorito, e assim vai protegê-lo sempre. Sua lealdade de fato é impressionante!

Essa raça se da bem com crianças, outros animais e estranhos?

chow chow

Como já adiantamos o Chow Chow não é uma raça de cachorro muito aberta para novas amizades. Sua personalidade indiferentes e distante fala por si só.

Ele é bastante territorial, estão costuma suspeitar muito de estranhos. Mas na presença do seu dono ele saberá conviver em harmonia.

Que as crianças adoram cachorros você já sabe, mas Chow Chow gostam de crianças? Pois bem, se você quer que essa raça conviva bem os pequenos, é essencial e extremamente necessário adestrá-lo desde que ele é filhote.

E vale também alertar as crianças como segurá-lo e lidar bem com essa raça, para assim haver uma convivência legal entre ambos.

Chow Chow é um cachorro que late muito?

chow chow olhando para o lado

Essa raça não é muito conhecida por latir muito, mas isso pode mudar na presença de estranhos.

Ele é destruidor e agitado?

Essa raça costuma ser bem comportada. Pode ficar tranquilo(a) que esse cãozinho não vai comer seus sapatos, roer móveis e objetos. No entanto, ele tem uma personalidade forte, se ele se sentir desafiado pode se tornar um cachorro agressivo e desobediente.

Por isso a recomendação de procurar um local adequado para adestramento desde filhote, para que ele aceite estranhos, pessoas, e outros animais com mais calma.

Porque sua língua é azul?

Para explicar a coloração da língua desse cachorro, os chineses costumam contar uma lenda interessante:

Quando Deus estava criando o Universo, ele resolveu pintar o ceú de azul, e sem querer, deixou cair algumas gotas no pelo do Chow Chow, fazendo com que ele lambesse, deixando assim sua língua azulada.”

Brincadeiras a parte, o real motivo da sua boca e língua azul é uma predisposição genética, que ocasiona um aumento de melanina na língua.

Há ainda algumas outras raças que podem ter pontinhos pretos ou azulados na língua, por exemplo, Dálmata, Akita, Pug, Lulu da Pomerânia, entre outros.

Cuidados essenciais com o seu Chow Chow

cuidados com o chow chow

O cuidado com os seu bichinho é essencial para que ele tenha uma vida mais saudável e feliz. No caso do Chow Chow não é indicado dar banho diariamente. A recomendação é de banhos semanais ou quinzenais. E é muito importante, não esquecer de secá-lo muito bem, para evitar problemas como a descamação da pele.

A troca da pelo ocorre anualmente, por isso, é recomendada a tosa periódica. Problemas como amaranhamento de pelos é muito comum nessa raça, pois seus pelos são longos e curtos, densos e abundantes. Procure escovar os pelos desse bichinho diariamente, para evitar nós e perda de pelo em todo canto da casa.

Sua genética demostra que um dos maiores problemas de saúde do cachorro é uma alteração chamada de entrópio. Devido a isso, os olhos precisam de cuidado especial, pois, essa anormalidade nas pálpebras faz os Chow Chow precisar de limpeza constante na região.

A catarata é outra doença comum nos cães da raça, assim como a displasia da bacia, dermatites, e a luxação nos joelhos.

Quanto suas orelhas e unhas é importante verificá-las regularmente, sendo recomendado apará-las sempre.

Qual é o nível de exercícios recomendado para esse cachorro?

dois chow chows no campo

O Chow Chow não é muito fã de exercícios. Ele é um cãozinho que adora ficar horas deitado e relaxando. Porém é necessário, até mesmo para manter sua saúde física e mental, exercícios diários de 45 minutos, como curtas caminhadas.

Posso ter um no meu apartamento?

Essa raça possui um nível de atividade baixo, então não precisa de muito espaço. Portanto, esse bichinho vai ser feliz em qualquer lugar, em uma casa, ou apartamento. O importante é dar muito amor para ele!

Dica: Leia também quais são os animais para se ter em apartamentos!

Como são os filhotes dessa raça?

chow chow filhote

Os filhotes dessa raça são muito fofos, parecem um leãozinho e lembram muito também um bichinho de pelúcia. Eles geralmente não destroem tudo, mas são bem desobedientes.Por isso, é muito importante investir na socialização dos filhotes logo nas primeiras semanas de vida para que eles tenham temperamentos mais brandos.

Onde posso comprar um? Qual é o preço?

chow chow no campo entre as flores

O preço de um filhote é em média $900, mas podem ser encontrados filhotes de $2000 a $4000, dependendo do padrão e da linhagem.

É muito importante comprar o seu cachorrinho apenas em Pet Shops especializados e de confiança. Veja a procedência dos pais do seu futuro cãozinho, e se informe. Não compre um cachorro de criadouros clandestinos, que maltratam animais visando apenas o dinheiro com a venda de filhotes.

Atenção! Existem muitas ONGs com cãozinhos abandonados esperando por um lar e um dono cheio de amor para dar. Antes de comprar, que tal adotar um? Além de ser super econômico, você ainda pode ajudar um cãozinho a ter uma casa. Adotar é tudo de bom!

Chow Chow Branco

Veja abaixo algumas fotos lindas de um Chow Chow branco.

Existe mesmo o Chow Chow panda?

Esse tipo de cachorro está sendo muito comercializado na China atualmente. Ele é de fato um cão exótico. Mas será que é oriundo do cruzamento de um panda com um cachorro da raça Chow Chow? Claro que a resposta é não!

O Chow Chow panda não é uma nova raça de cachorro. É apenas um Chow Chow que foi maquiado.

Para ter um cachorro desse tipo, o dono deve levar seu bichinho para ser maquiado a cada um mês e meio. Porém, os especialistas desse prática relatam que o animal não é sujeitado a nenhum procedimento agressivo ou perigoso.

Qual é a expectativa de vida dessa raça?

Se a sua preocupação é sobre quanto tempo esse cãozinho tem de vida, saiba que sua expectativa de vida é de aproximadamente  de 9 a 15 anos.

Curiosidades sobre o Chow Chow

chow chow grande

  • Era comum que a carne do Chow Chow fosse vendida para restaurantes chineses.
  • Ela não é considerada uma raça que nada bem
Read Full Article

Pequenos, peludos e fofinhos, esses são os cães da raça maltês, que uma das raças mais antigas do mundo. A sua origem remonta da ilha de Malta e daí vem o seu nome. Essa é mais uma daquelas raças conhecidas por pela sua pelagem longa e lisa, e é impossível não se apaixonar ao encontrar um exemplar desse bichinho.

Se você gostaria de ter um maltês e está planejando comprar um adotar um filhote, é importante conhecer melhor a raça, suas características e os cuidados que ele necessita. Explicamos isso e muito mais neste artigo!

História e origem do Maltês

Como dissemos, essa raça é originária da Ilha de Malta. Embora os cães fossem exportados e distribuídos pela Europa e pela Ásia, o grupo de Malta permaneceu relativamente isolado dos outros cães resultando num cão único e que se manteve assim por séculos.

Apesar da marca principal do Maltês ser o seu pelo longo, sedoso e branco brilhante, os primeiros Malteses também nasciam em outras cores.

Os cães da ilha de malta foram um presente para a Rainha Vitória e seus filhotes se tornaram os primeiros malteses exibidos na Inglaterra. Nessa época, eles eram chamados de Maltês Terrier, apesar da não terem ancestrais terrier nem as características da raça.

Na América, os primeiros malteses foram apresentados como “cães-leão maltês”, por volta de 1877. O nome cão-leão vem provavelmente do costume de seus criadores, especialmente na Ásia, de tosá-los para parecerem com leões.

Quanto custa um filhote? Qual o valor?

maltês mini

Essa possui um valor intermediário, já que não é considerada tão cara e nem tão barata. É importante deixar claro também que os valores variam muito de acordo com a origem do filhote, já que animais com pedigree ou com pais que possuem pedigree são mais caros graças a pureza da raça.

Mas de forma de geral um filhote varia entre R$1.000,00 até R$ 3.000,00.

Mas também é importante alertar que a indústria de cachorros pode ser muito cruel com os bichinhos. Não é raro encontrar criadouros em péssimas condições, em que os animais são criados em ambientes sujos e inapropriados. Por isso, antes de comprar um filhote, procure saber de onde ele vem, como são criados os pais, qual é o ambiente e muito mais. Só assim você terá certeza de que não está contribuindo para uma indústria tão maldosa.

Onde comprar?

Como dissemos, nós recomendamos fortemente que você procure um criador de confiança para comprar o seu maltês, de forma que você possa conhecê-lo e saber suas origens.

Outra opção é buscar em sites como OLX e Mercado Livre, onde sempre tem anúncio de filhotes à venda. Mas lembrando sempre de conhecer a pessoa que está te vendendo, tanto para saber se os animais são criados de forma correta e também para certificar que você está realmente comprando um maltês.

Personalidade e temperamento

Os cães da raça maltês são ótimos companheiros, não gostam de ficar sozinhos e se adaptam facilmente ao estilo do seu dono, independente da idade deles. Além disso eles se dão bem com outros animais que você possa ter em casa.

Porém esse cão não é indicado para pessoas que ficam muito tempo fora de casa e o deixe sozinho por longos períodos, pois isso pode fazer com ele fique deprimido. É importante que você saiba que ele essa é uma raça muito brincalhona, e que ele vai estar sempre querendo brincar, seja com o seu dono ou até mesmo com uma bolinha.

O maltês é um cão de pequeno porte, e por isso ele é um excelente cão para ter em apartamento e uma ótima raça de companhia, seja para pessoas de qualquer idade, de crianças a idosos. Porém é necessário fazer atividades que gastem a energia desses cães, como pequenas caminhadas e brincadeiras.

Banho e cuidados com a pelagem

cuidados com o pelo do maltes

Os cuidados com o pelo do maltês devem ser frequentes, por ser um cão de cor clara eles ficam sujos facilmente, além disso eles não se sentem bem ficando em locais abertos, por isso você precisará de ter um cantinho para ele dentro da sua casa.

Os banhos devem ser realizados semanalmente e a escovação diária, pois seus pelos são muito longos e podem embaraçar. Alguns donos optam por tosar o maltês durante o verão, devido ao calor que seus pelos causam.

É importante que você saiba sobre isso antes mesmo de comprar o seu maltês, porque o pelo dele precisará sim de cuidados diários.

Uma curiosidade sobre o maltês é que a sua pelagem é, em sua grande maioria, branca! O pelo é bem branquinho mesmo e liso. Você também pode encontrar exemplares com o pelo marfim, mas eles são bem mais raros.

O maltês late muito?

maltês filhote

Apesar de ser uma raça muito fofinha e aparentemente frágil, os cachorros dessa raça geralmente são muito corajosos e não se intimidam diante de cachorros maiores que eles. Tamanha é essa coragem do maltês que ele também já foi conhecido como “o confrontador”.

Diante disso você já deve ter imaginado que essa é uma raça que late bastante, certo? Isso acontece porque diante e qualquer movimento diferente na casa ele vai soltar o latido!

Mais informações sobre o maltês

O Maltês é um cão gentil, mas também tem um lado selvagem e ama correr e brincar. Apesar do seu ar inocente, ele é corajoso e rabugento, e pode desafiar cães maiores. Ele é um pouco reservado com estranhos. Alguns latem muito.

  • Coloração: branco, com manchas leves.
  • Expectativa de vida: 15 a 18 anos.
  • Olhos: grandes, redondos e escuros.
  • Nível de energia: médio.
  • Pelagem: longa e lisa.
  • Qualidades principais: afetuosidade e companheirismo.
  • Tamanho/Peso: de 21 a 25 cm e de 3 a 4 kg.
  • Preço: média de $ 1.000, mas filhotes podem custar de $ 350 a $ 3.000.
Read Full Article

Se você está pensando em ter um cachorro, e precisa de um bem dócil, o vira lata pode ser uma boa opção.

Quer um cachorro pra tomar conta da sua casa enquanto você estiver fora ou dormindo? Esse cachorro pode te ajudar. Tem criança em casa, e quer um animal de estimação para fazer companhia e brincar com ele? Nós te indicamos o vira lata!

Só quem nunca teve esse cachorro (e nunca conheceu quem tenha um) não sabe de todas as qualidades desse cachorro, mas se você chegou até esse texto para saber um pouco mais sobre ele, não deixe de ler até o final, porque isso tudo foi só uma introdução!

O que é cachorro vira lata?

Chamamos de vira lata todo cachorro (ou gato) que não tem raça definida, resultado de mistura de raças, tanto nas ruas quanto em canis e abrigos, por muitos anos, e por isso também é conhecido pela sigla de SRD (Sem Raça Definida).

Características

O vira lata é uma caixinha de surpresa, já que não sabemos quais são as raças que ele tem. A maioria dos cachorros é comprada por suas características físicas ou de personalidade, e não podemos dar essas características do vira lata, já que elas variam muito.

Por isso, vale a pena saber se esse tipo de cachorro pode ficar bem grande ou não crescer muito, ter mais pelos ou ser mais “careca”, ter as orelhas maiores ou menores, ser mais gordinho ou mais magrinho, mais preguiçoso ou mais brincalhão, mais agressivo ou mais dócil, etc.

Mas, como falamos no começo desse artigo, o vira lata em geral é conhecido por ser um cachorro muito amigo, companheiro e corajoso, além de ser muito mais resistente que a maioria dos cachorros de raça, que costumam passar mal com mais facilidade e ter mais doenças que os vira latas.

vira lata

Pequeno

Como a maioria dos novos empreendimentos de imóveis é pequeno, muitas pessoas que querem ter um animal de estimação em apartamento prefere um cachorro ou gato de pequeno porte, e como falamos anteriormente, como a raça desse cachorro não é definida, pode ser que o veterinário não saiba afirmar se um filhote vai ficar pequeno ou grande quando crescer.

É importante dizer que ao adotar esse cachorro ainda filhote, você vai precisar se responsabilizar por ele, e isso inclui não abandoná-lo nas ruas caso ele cresça mais do que você gostaria.

Se você realmente quer ter um animal de estimação e precisa que de um vira lata pequeno, a melhor sugestão é adotar um vira lata que já tenha alcançado o seu maior tamanho, ou seja, já tenha parado de crescer.

Outra opção para garantir que o seu cachorro  vai ficar pequeno é adotar um filhote sabendo quem são os seus pais, já que os seus filhotes tendem a ter as suas características.

Muitas pessoas que têm fêmeas de raça acabam doando os filhotes quando elas cruzam com um cachorro de rua, e alguns abrigos anotam essas informações.

Branco

Como falamos, esse cachorro é resultado da mistura de raças, e por isso é possível encontrar tanto nas ruas quanto nos abrigos um vira lata branco para levar pra casa, que pode ser uma mistura com labrador, poodle ou pitbull, por exemplo.

Também é muito comum ver um vira lata branco com pequenas manchas pretas ou marrom, principalmente na região da cabeça, mas, nunca um vira lata vai ser igual ao outro, e se você gosta de exclusividade, esse é mais um motivo pra adotar um vira lata.

vira lata brancp

Tipos de vira lata

Apesar desse tipo de cachorro não ter uma raça definida, ele pode ter características específicas de algumas raças, sendo também chamados de mestiço.

Também pode acontecer de um cachorro de raça acabar cruzando com um vira lata, dando origem a filhotes vira lata, já que serão misturados, e não puros.

Nesse caso, é possível encontrar esse tipo de cachorro com características de um labrador, com pastor alemão, com poodle, com fila, com pitbull, com beagle ou com qualquer outra raça (tanto no tamanho quanto na personalidade).

Doação

No Brasil existem mais de 20 milhões de cachorros em abrigos, esperando para serem adotados, e a grande maioria deles é de vira lata, já que muitas pessoas ainda preferem os cachorros e gatos de raça, mesmo tendo que pagar muito caro por eles.

Leia também o texto sobre a Raça Pequinês!

Gostou do texto? Então deixe seu comentário!

Read Full Article

O nome “Shih Tzu” significa “cão leão” e, por ser associada ao Budismo, é uma das raças mais apreciadas na China. Embora haja relação com a China, essa raça tem origens no Tibet, no século 17, quando era tido como um “cão sagrado”. Esse cão se tornou popular no Brasil na década de 70.

Comportamento

Os Shih Tzu gostam de ficar no colo, receber carinho, afeto e amor de seus donos e ficam extremamente felizes sentados no sofá ao seu lado por horas enquanto você faz cafuné nele. Essa é uma raça nobre, que certas vezes é entendida por arrogância e insolência, outras em coragem e educação.

Independente, brincalhão, curioso e sempre tentará ter sua vontade satisfeita. Esse cão estar perto dos donos e ser mimado, mas também não abre mão da sua liberdade. E, quando der uma ordem, seja amável e firme, pois às vezes ele perece ignorá-la. Tem um jeito muito sociável com outros cachorros e/ou animais, especialmente com os gatos e, por também com estranhos.

Características físicas

Tem corpo robusto, consistente e bem peludo. Suas patas são curtas, com bons ossos e musculosas. Ele possui um cabeção redondo, orelhas largas, caídas e cheias de pelos, já a cauda é alta, acima das costas e parece um espanador de pelos longos. Em falar em pelos, esse é longo e denso, além de ser em vários tons.

Sem exceção, todos os filhotes de Shih Tzu nascem com o nariz cor de rosa e as rimas dos olhos são despigmentadas, mas devem estar pigmentado até 45 dias de idade. É incomum um shih tzu olho azul ou verde, isso é uma falta gravíssima na raça onde tende ao albinismo.

Cuide do seu Shit Tzu

Essa raça requer um cuidado especial e diário com seus pelos, uma medida para prevenir que eles embaracem e evitar arranhões nos olhos. Seus dentes também precisam de escovação regular e recomenda-se não deixa-lo exposto a altas temperaturas. E outra coisa muito importante, limpe sempre as necessidades do cão pra que ele não as coma.

Entre seis a oito semanas, o Shih Tzu é sensível ao deslocamento de tíbia, devido a seu focinho curto, ele pode sofrer com obstruções nasais.

O Shit Tzu é um cachorro pequeno, chegando aos 30 cm no máximo e sua expectativa de vida de 12 a 16 anos. Em média são três filhotes por ninhada. Possui pelagem longa e s cores mais populares são preto, marrom ou branco, mas podem nascer bicolores.

Principais características de personalidade

Vivaz; extrovertido; brincalhão; alerta; gentil; leal; amigável; astuto; corajoso; ativo; feliz; inteligente; afetuoso; independente.

O animal perfeito para cidade, acostumando-se facilmente ao ritmo acelerado, barulhos e apartamentos. No campo eles amam correr pelos gramados, mas por serem frágeis, é melhor que permaneçam dentro de casa.

Eles são enérgicos, amam brincadeiras. Não oferecem perigo algum, por isso são usados como cães de companhia. Intolerantes ao calor e frio, além de não necessitar de exercícios físicos, mas como todo animal, precisam manter o corpo ativo.

Diferenças entre o Shih Tzu americano e o Shih Tzu europeu

Americano

  1. Pernas mais altas e as da frente são mais alinhadas com o peito;
  2. O peito é pequeno;
  3. Cabeça um pouco quadrada e o pescoço é longo e fino;
  4. Olhos pequenos;
  5. Ombros mais para frente.

Europeu

  1. Pernas menores e parecem estar levemente dobradas;
  2. Peito largo e imponente;
  3. Cabeça é maior e redonda e o pescoço é um pouco mais curto e robusto;
  4. Olhos salientes e grandes.
  5. Os ombros deste levemente inclinados para trás.

Atenção: não existe “mini Shih Tzu”. Esses cães não são criados dentro dos padrões da raça e são destinados a pessoas que desconhecem os problemas de um “cão miniatura”. E, para quem deseja ter um filhotinho desse cão fofo, o valor varia de R$ 1.500 a R$ 2.500.

Read Full Article

O nome “Rottweiler” significa “cão de açougueiro de Rottweil”, e Rottweil é uma pequena cidade do sul da Alemanha. Por isso, existe a hipótese da raça ser de origem alemã. E, devido à sua história, este cão tornou-se um eficiente animal de guarda e pastoreio, além de útil na tração. Com expectativa de vida de oito a 10 anos, com personalidade delicada, alerta, firme, obediente, calma, corajosa e confiante, é por muitos amados e por outros, odiado.

Sua descendência vem do Mastiff Italiano, e na idade média, o Rottweiler era usado como cão pastor. Ele foi quase extinto no século 19, mas conseguiu sobreviver e hoje, é aproveitado como tracking, pastoreio, cão de guarda, cão policial e cão de alerta. O Rottweiler é um cão forte, com acentuada predisposição genética às atividades de pastoreio e instintos de guarda.

Temperamento do Rottweiler

O Rottweiler é um cão amável e divertido, mas ao mesmo tempo bastante sério, podendo variar entre muito apegados e dóceis (bobos, de verdade!), aos mais irritados. Um treinamento de obediência adequado desde filhote e a socialização são extremamente necessários.

Essa raça é se dá muito bem com crianças e outros animais, mas por ter um porte muito forte e ser grandes, é essencial que quando for filhote, o Rottweiler seja introduzido a todos os estímulos possíveis, como crianças, outros animais, outros cães, pessoas de diversas etnias, vizinhos, etc.

Inteligência invejável

O Rottweiler está entre as 10 mais inteligentes do mundo, ocupando o 9º lugar no ranking de inteligência canina. Um animal que adora aprender, devotado e dedicado ao trabalho, capaz de aprender comandos em menos de cinco repetições, E, 95% das vezes, obedecem ao primeiro comando do seu dono, o que demonstra total obediência.

Se treinados de forma correta, serão excelentes em tudo que fizerem. Mas, como ele é bom pro bem e pro mal, um treino de obediência é essencial, e é preciso uma pessoa forte, firme e dominante para ensiná-lo.

Como um animal de porte grande, que adora brincar, se exercita, ele deve ter no mínimo um quintal extenso para suas atividades. Prender um Rottweiler dentro de um lugar pequeno com certeza não é uma boa ideia. Essa raça gosta muito passear por longas distâncias, por isso o dono deve leva-lo para caminhar pelo menos, duas vezes por dia e uma média de duas horas de exercícios diários. Não ache que isso é muito, é uma necessidade dos Rottweilers, e, pra ter um cão equilibrado, feliz e dócil, você deve suprir o que ele precisa.

Características de personalidade

– Muitas vezes sério, mas totalmente confiável;

– Protetor nato e com um alto senso territorialista com a casa e família;

– Alerta de natureza, não será amigável com desconhecidos, a não ser que ele seja adequadamente apresentado aos estranhos;

– Extremamente inteligente (9º lugar no ranking de inteligência canina);

– Agressivo se alguém invadir seu território e com outros cães machos;

– Muito brincalhão, dócil, obediente e divertido;

– Excelente companhia para crianças;

– É o melhor cão de guarda de todas as raças;

– Destemido.

Características físicas

– Porte grande, extremamente forte e poderoso;

– É um cachorro alto, seu corpo é curto, compacto e robusto;

– Seus olhos têm tamanho médio, cor castanho-escuro;

– Pelagem é curta, densa, de pelo reto, sem sub-pelo no pescoço;

– Cães machos – altura: 60 e 69 cm, com peso de 50 a 60 kg (média);

– Fêmeas – altura: 55 e 65 cm, com peso de 35 a 48 kg (média).

O caráter da raça é isento de inquietação e nervosismo. Esse cão não é malicioso nem falso, seus olhos transmitem ternura e fidelidade. Por isso eles são bastante cobiçados e para quem deseja comprar um filhote, o valor vária de acordo com o canil, podendo custar entre R$ 1.000,00 a R$ 2.000,00.

Toda essa especulação sobre a agressividade do Rottweiler é reflexo de sua criação. Ou seja, por ser muito leal, corajoso e dominador, este animal não é para qualquer dono. Quando criado de forma dócil, ele é um amor de cão, mas se for adaptado à brutalidade, pode acreditar que ele se tornará uma grande ameaça.

Como alimentar um Rottweiler

Essa raça deve ser alimentada com rações balanceadas, indicadas conforme a atividade do animal e seu estado de saúde. Não o alimente mais do que o necessário, pois pode levar à obesidade.

As fêmeas prenhas devem receber alimentação especial, garantindo assim a boa formação dos filhotes e sua manutenção. Falando nos filhotinhos, esses devem consumir ração específica para a fase, como também manter a vacinação em dia a partir dos 60 dias de vida. Além disso, um acompanhamento mensal é de suma importância até, pelo menos, o primeiro ano de vida, quando já estão aptos a receber laudo oficial de Displasia (doença hereditária que acomete a articulação Coxo-femural).

Cuidados com o Rottweiler

Esse controle e diagnóstico da Displasia Coxo-femural, é extremamente importante. Conhecer a árvore genealógica do animal também é necessário, pois esta doença é passada geneticamente aos seus descendentes. Todavia, ela também pode ser adquirida quando o cão é submetido, em excesso, a esforços físicos, o que compromete a articulação, e ainda quando o animal apoia-se em pisos lisos. Portanto, cuide bem do seu cãozinho para que ele cresça saudável.

Dica muito importante: não faça suplementação vitamínica e mineral sem a indicação de um Veterinário. Lembre-se sempre que como você, o animal deve passar por consulta no médico pelo menos uma vez ao ano para reforço das vacinas, vermifugação e controle de Displasia.

O Rottweiler tem pelo curto, brilhante e é fácil de cuidar. Para que seu cão fique sempre cheiroso, bonito e o mais importante, saudável, escove seus dentes regulamente e não abuse do banho, pois o excesso pode causar problemas dermatológicos ao animal. A opção de banho a seco é uma alternativa para não remover a oleosidade natural da pele do Rottweiler.

Read Full Article

O Husky é um cachorro desenvolvido no nordeste da Ásia, mas com origem desconhecida até os dias atuais. Ele faz parte da família Spitz, e começou a se popularizar no Alaska a partir da década de 90, quando o povo Chukchi trouxe a primeira equipe de cães Husky para competir em corridas de trenó.

Por ter comportamento mais dócil, o Husky não ganhou a simpatia dos competidores. No entanto, um criador adotou 70 cães da raça e os treinou para competirem. Com o treinamento e as instruções certas, os três times de Huskies formados por esse homem venceram a corrida seguinte em primeiro, segundo e quarto lugar. Isso desmistificou e demonstrou a supremacia da raça entre as demais nas competições de trenó.

Os Huskys chegaram ao continente norte-americano certo tempo depois, e foram reconhecidos oficialmente pela AKC (American Kannel Club), em 1930.

Temperamento

Husky Siberiano é divertido, aventureiro, alerta, independente, inteligente, teimoso, travesso e obstinado. Essa raça adora correr sempre que pode e, geralmente, se dá bem com outros cães da casa, pois é muito sociável que precisa da companhia de outros cães ou de seres humanos.

É um cão ativo, criado para correr quilômetros sem se cansar, por isso precisa de exercícios diários, seja longas corridas ou longos passeios sem coleira em área segura. Ele também adora puxar e gosta de tempo frio, sua origem o entrega.

Ainda que bastante esperto, o Husky apresenta algumas dificuldades ao ser adestrado, como problemas em assimilar os comandos específicos que lhe são passados. Todavia, a raça é muito atenta, e com o treinamento adequado será o cão ideal para qualquer dono.

Personalidade do Husky Siberiano

Esse é um cão ativo, uma raça criada para correr quilômetros sem se cansar. Ele precisa de amplos exercícios todos os dias, seja em longas corridas ou longos passeios sem coleira em área segura. Ele também adora puxar e gosta de tempo frio. Seu pelo precisa ser escovado uma a duas vezes por semana. Todos os dias, durante as trocas de pelo.

O Husky Siberiano é amigável, simpático, carinhoso, independente e um pouco desobediente. É acostumado a viver em bandos e não suporta solidão e indiferença, então, não o deixe sozinho por muito tempo, isso trará problemas ao cão.  E, caso você esteja à procura de um cão de guarda, com certeza não encontrará isso neste cão, pois além de fiel à família, ele é afável com desconhecidos.

Além disso, é inteligente e aventureiro, muito brincalhão e divertido, dependente da companhia de outros animais e de pessoas para ficar bem. Extremamente dedicado e apegado ao seu dono, podendo sofrer muito ao ser separado de seus proprietários, gerando depressão e levar à morte.

Características físicas

– É a raça de cachorros que mais se aproxima dos lobos, não só pelo físico, mas também por sua personalidade;

– O Husky Siberiano é muito peludo, compacto e musculoso;

– Seus olhos variam de marrom a azul (existem casos de cães dessa raça com um olho de cada cor);

– As orelhas são apontadas para cima;

– A cauda é curvada e cai para trás quando em repouso;

– Seu pelo é de tamanho médio, reto e liso e o pelo inferior é macio e denso;

– Suas marcas podem ser de todas as cores, do preto ao branco puro;

– Seu peso do oscila entre 20 a 28 kg para o macho e 15 a 23 kg para a fêmea.

Cuidados com a raça Husky Siberiano

Sua expectativa de vida chega até 15 anos, mas isso pode diminuir caso ele viva muito tempo em locais quentes, pois seu habitat natural é lugar extremamente gelado. No geral ele não apresenta muitos problemas de saúde, e como todo cão, sua alimentação deve estar de acordo com suas práticas de atividades físicas, rotina, etc.

O Husky Siberiano deve ter seus pelos escovados pelo menos duas vezes por semana; evitando o acúmulo de sujeiras que podem facilitar o desenvolvimento de dermatites de pele. Os olhos merecem atenção, pois, a raça tem histórico de problemas que envolvem catarata, opacidade das córneas, glaucoma e distiquíase (problema caracterizado pelo nascimento de duas fileiras distintas de cílios na pálpebra do cachorro – sendo que um deles é projetado para a parte de dentro dos olhos, causando um desconforto intenso no animal afetado).

Seu preço varia de R$1.200 a R$3.000, raça pura.

Read Full Article

O Border Collie é uma raça canina com origem na Grã-Bretanha e foi criada para ser de pastoreio, é relativamente recente, com pouco mais de 100 anos desde que foi estabelecido o seu padrão. A expectativa de vida deste cão é de 13 a 16 anos, os machos pesam de 13,6 a 20,4 kg e medem de 48 a 56 cm, já as fêmeas, 12,2 a 19 kg, medindo 46 a 53 cm.

É cão cheio de particularidades, alerta, enérgico, persistente e inteligente! É realmente bastante diferente da maioria dos outros cães, uma de suas características é sua fidelidade e companheirismo, além de ser muito, mas muito carinho, dando 24h de atenção ao seu dono. Só que isso necessita de retorno. Ele prefere morar num lugar pequeno e ter atenção total do dono do que morar em um espaço gigante e ficar sozinho. Mas ia ser melhor ótimo para ambos, cachorro e dono, aliar as duas coisas, ambiente adequado e atividades físicas.

Cuidados com o Border Collie

Um brutamonte! Não é comum o Border Collie ter tantos problemas de saúde, mas claro que isso não é motivo para não ficar atento. Essa boa saúde é reflexo da sua paixão por esportes, pré-disposição para diversas atividades e uma resistência muito grande a dor. Podem não parecer doentes quando realmente estão, mas é claro que o olho de um dono cuidadoso é capaz de detectar isso facilmente.

No entanto, uma doença que vem agredindo a raça é a Displasia Coxo-Femoral, um mau encaixe da cabeça do Fêmur (osso da coxa) com a bacia (osso do quadril). Ela causa muita dor e dificuldade de locomoção e é transmitida geneticamente, mas pode ser evitada apenas com o controle radiográfico dos animais usados para reprodução. O exame radiográfico é essencial para detectar a doença, pois o cão pode ter e não manifestar sinais clínicos, porém, com certeza vai transmitir geneticamente a doença para os seus descendentes.

Só soltam pelos nas épocas de troca de pelagem, mas em geral as fêmeas soltam um pouco mais, principalmente próximo aos cios. Não há a necessidade de dar banhos regulares, podendo ser semanais ou quinzenais.

Características do Border Collie

Sim! O Border Collie é o cachorro mais inteligente do mundo. É por isso que o vemos a toda momento em comerciais e filmes, além disso, muito simpáticos e bonitos.

Entretenimento, essa é a palavra que resume o que um Border Collie pode te oferecer. Um cão que está disposto a te acompanhar em tudo, desde uma caminhada no parque até uma corrida na cachoeira. Adoram praticar esportes, amam aprender coisas diferentes e possibilita a você ensiná-lo a fazer diversos truques.

O Border Collie aprende rápido, mas sem um estímulo mental, pode se tornar frustrado e destrutivo. É comum latirem muito, é ativo, brincalhão, e um concorrente líder em esportes de obediência, agility e pastoreio.

Com personalidade tenaz, gosta de carinho, é ideal para casa. Não fica nervoso ou agressivo. E, custa em média de R$ 1.300 a R$ 2.800, uma companhia bem cara!

Read Full Article

Boxer é uma raça de cachorros geralmente conhecida pelo grande porte e por se adaptar bem a lugares com muito espaço, característica de um legítimo “cão de gado”. Os cachorros dessa raça, apesar do tamanho, são muito brincalhões e ótimos para o convívio com crianças. No adestramento o Boxer irá demonstrar sinais rudimentares de compreensão após 15 a 20 repetições. Normalmente eles respondem no primeiro comando em 50% dos casos, mas o grau de obediência final e confiabilidade irão depender da quantidade de prática e repetições durante o treinamento. Ele também poderá responder de uma forma consideravelmente mais lenta do que as raças em níveis mais elevados de inteligência. Os preços podem variar de R$ 1.600 a R$ 3.500.

Características

O Boxer é um cão de tamanho médio e pelo raso e robusto. De estrutura curta, quadrada e ossos fortes, o boxer movimenta-se com vivacidade, força e nobreza. A cabeça é uma das mais marcantes características da raça: proporcional em relação ao tamanho do corpo, com focinho muito bem desenvolvido. Seus olhos são castanhos, e as orelhas implantadas altas, amputadas em ponta, discretamente longas. A pelagem do Boxer é curta, reluzente, muito aderente, amarela ou tigrada. A cor da pelagem pode ser o dourado em diversas tonalidades, desde o amarelo claro ao vermelho escuro, ou o tigrado. De porte médio, o tamanho dos exemplares machos da raça Boxer fica entre 57 e 63 cm. Já as fêmeas, devem medir entre 53 e 59 cm. O peso deve estar de acordo com a altura do cachorro, ficando, em média, entre os 25 e os 30 kg.

História

O Boxer vem de duas raças da Europa central que não existem mais: o grande Danzinger Bullenbeisser e o pequeno Brabenter Bullenbeisser. A palavra bullenbeisser quer dizer “mordedor de touros”, e esses cães eram usados para prender grandes animais até que o caçador chegasse para matá-los. Isso exigia um cachorro grande, com mandíbulas poderosas e narinas recuadas para que o cachorro pudesse respirar enquanto mantinha as mandíbulas presas em um animal. Qualidades parecidas eram necessárias para os cães das lutas com touros, um esporte popular em muitos países europeus. Por volta de 1830, caçadores alemães começaram a criar uma nova raça, cruzando seus bullenbaisers com cães do tipo mastiff em função do tamanho, com terriers pela resistência e, depois, com bulldogs. O resultado foi um cão ágil com um corpo resistente e muita força. Em 1900, a raça tinha se tornado de uso geral, animal de estimação e até mesmo cão de exposição e, nos anos 40 , a raça chegou ao auge da popularidade se tornando a mais popular da América.

Read Full Article

Shar Pei é uma raça canina muito conhecida pela sua pele extremamente enrugada que parece estar sobrando em relação ao corpo. É tanta pele que o peso é desproporcional em relação ao tamanho. São cerca de 30 kg distribuídos em 50 cm. São cães de inteligência de trabalho e obediência intermediária. Durante o adestramento, por exemplo, eles irão demonstrar sinais rudimentares de compreensão após 15 a 20 repetições. No entanto, para que eles obedeçam razoavelmente serão necessárias de 25 a 40 experiências bem sucedidas. Ele também poderá responder de uma forma consideravelmente mais lenta do que as raças em níveis mais elevados de inteligência. Para ter um cão desses em casa você irá pagar, em média R$ 2 mil.

Características

As orelhas triangulares, pequenas e seu focinho que lembram o de um hipopótamo, proporcionam uma aparência singular a esta raça de cão. Trata-se de um cachorro de tamanho médio, compacto, curto e quadrado. Em relação do corpo, o Shar Pei apresenta uma cabeça grande, com rugas na testa e nas bochechas. A boca geralmente apresenta língua, céu, gengivas e lábios de cor preta-azulado. Os cães de pelagem mais clara costumam apresentar a língua de cor lavanda. Os olhos são escuros, de formato amendoado e apresentam uma expressão carrancuda. Podem apresentar uma cor mais clara nos exemplares de pelagem clara. A pelagem deste cachorro é curta, dura e eriçada.

História

O Shar Pei pode ter vivido nas províncias do sul da China desde a Dinastia Han (cerca de 200 a.C.). A certeza surge no século 13 em documentos que descrevem um cão enrugado e provam a existência da raça. Suas origens são desconhecidas, mas como apenas ele e o Chow-chow têm a língua azul-escura e ambos vêm da China, é provável que eles tenham um mesmo ancestral. Por volta dessa 1960-70, alguns espécimes chegaram à América, mas o momento decisivo para a popularização da raça aconteceu com um artigo em 1973. O artigo alertava criadores americanos sobre os números baixos de espécimes da raça, anunciando o Shar Pei como um dos cães mais raros do mundo. Desde então, a raça passou da beira da extinção para o auge da popularidade, e é uma das raças mais conhecidas da América.

Cuidados

O Shar Pei não é um dos cães mais fáceis de lidar e não é recomendado para donos inexperientes. Muitos se apaixonam pelo filhotinho enrugado e acabam tendo problemas com seu temperamento/comportamento no futuro. Por isso é tão importante pesquisar muito sobre a raça antes de adquirir um cão. O nome Shar Pei quer dizer “pele de areia”, em referência a textura áspera e arenosa de sua pele. Quando alisada para trás, essa pele áspera pode ser desconfortável, e até mesmo machucar a pele de uma pessoa mais sensível. Os banhos devem ser dados no máximo de 10 em 10 dias, pois seu pelo tem que ser muito bem seco devido às dobras de pele. Para secar, use três toalhas e depois o secador. Nos banhos colocar sempre proteções nos ouvidos, que são muito sensíveis à umidade, tal qual a pele. No caso de secreções nos olhos, limpe duas vezes ao dia, com gaze e soro fisiológico. A escovação deve ser mantida de uma a duas vezes na semana.

Read Full Article

Spitz Alemão é uma raça canina muito conhecida como “cachorro de madame”. Isso pelo seu porte pequeno que faz qualquer um querer carrega-lo no colo assim que o vê no chão. Natural da Alemanha, como o próprio nome sugere, o cão é muito gracioso, inteligente e ativo. Por isso precisa de limites para não ficar agressivo. É um ótimo cachorro para ser adestrado. Geralmente, precisam de um treinamento de comandos simples de 5 a 15 repetições para gravarem o que se pede. Eles respondem ao primeiro comando em cerca de 90% dos casos. Cães deste grupo também podem demorar mais a responder se seus donos/treinadores estiverem fisicamente distantes. O Spitz Alemão é curioso, jovial, autoconfiante (até metido) e atencioso, sempre pronto para caçar e se aventurar. Dependendo do tamanho, você irá desembolsar de simpáticos R$ 2mil até extravagantes R$ 12 mil.

Características

O Spitz Alemão tem cinco variações de tamanho. Do menor para o maio são o Spitz Alemão Anão, Pequeno, Médio, Grande, e Gigante, sendo que o menor cresce até os 22 e o grande até os 60 cm. A cabeça dos cães da raça Spitz Alemão apresenta tamanho médio e o focinho não é muito longo, mas proporcional ao tamanho da cabeça. Os olhos tem tamanho médio e forma alongada e são ligeiramente oblíquos e de coloração escura. As pequenas orelhas tem um característico formato triangular e pontudo. A pelagem é dupla, com um longo pelo externo, reto e separado, com subpelo curto, grosso e lanoso.

História

De beleza cativante, o Spitz Alemão é uma raça nórdica muito antiga, pertencente ao grupo dos spitz e cães de tipo primitivo. Se hoje os cães spitz tem, no máximo, 60 cm, antes eles chegavam a pesar 13 kg e eram geralmente brancos. A popularidades do Spitz Alemão, principalmente do Spitz Alemão Anão (Lulu da Pomerânia), cresceu depois que a da Rainha Vitória levou o cão da Itália para a Inglaterra. Contudo, não se pode falar da existência do Lulu da Pomerânia antes do século 19, já que a moda dos cães pequenos iria surgir a partir de 1800 e até mesmo o cão da rainha estava fora da “forma” atual devido ao peso, que rondava os 6 kg.

Cuidados

O cachorro da raça Spitz Alemão é ativo, mas pequeno, por isso se satisfaz com brincadeiras dentro de casa ou passeios curtos. Apesar de agasalhado por seu pelo, ele é muito ligado à família e pequeno demais para viver fora de casa. É recomendada a tosa higiênica, que apara os pelos das patas e das regiões íntimas. A tosa completa não é aconselhada, pois não faz parte do padrão da raça. Eduque seu cachorro desde cedo pra não latir por qualquer coisa para não incomodar vizinhos ou mesmo as pessoas da família. A pelagem não requer uma manutenção muito trabalhosa: escovações semanais com escova de pinos e banhos a cada duas a três semanas são suficientes para manter a pelagem sempre saudável. É importante também estimular o psicológico dessa raça com brinquedos inteligentes e brincadeiras interessantes como, por exemplo, esconder um objeto pra ele procurar.

Read Full Article