Categoria: Cavalos

O pônei é um animal de pequeno porte muito parecido com um cavalo, mas é um eqüino diferente e a sua baixa estatura não é um defeito, e sim uma característica do animal, que também é chamado de “cavalo anão”.

Quando adulto eles não passam de 1,50m e o pônei brasileiro em geral tem em média 1 metro de altura, e apesar de ser muito menor que um cavalo, tem a mesma resistência física, e por isso é muito usado no trabalho. O peso de um pônei adulto chega a 100 kg.

Por ser um animal muito gracioso e dócil, o pônei era dado de presente como animal de estimação para príncipes e princesas no século XVII, e hoje é um animal muito usado em terapia com crianças e adultos que passaram por traumas ou pessoas que estão hospitalizadas.

Se você quer ter um pônei, saiba quanto custa, como criar e os cuidados especiais que você deve ter com ele.

Quanto custa um pônei?

O preço do pônei vai variar de acordo com o sexo, cor, pelagem, idade e a raça do animal, além da loja e o local da compra. Os machos são um pouco mais caros que as fêmeas, e se a ideia é reproduzir, quanto mais fêmeas você tiver, melhor. Você também pode comprar fêmeas prenhas.

De acordo com a pesquisa que fizemos, um pônei pode custar entre R$1500 e R$7000 e como a demanda tem aumentado, a criação de pônei tem sido vista como uma atividade muito lucrativa, tendo retorno rápido do investimento feito.

Você pode vender pônei em leilão virtual para empresas e pessoas que usam o animal para diversas atividades equoterapia, provas de tambor e baliza, vaquejada, hipismo e equitação de crianças, além da montagem de mini fazendas, recreação em hotéis e sítios particulares, entre outras.

pônei

Onde criar pônei?

Apesar de ser um animal de pequeno porte, o pônei precisa ser criado em um espaço amplo. O espaço vai depender da quantidade de animais que você tem e do seu objetivo com a criação. O pônei vai ser um animal de estimação ou uma fonte de renda?

Mesmo que o pônei seja um animal de estimação, o ideal é criar pônei em fazendas ou haras. Se não for possível, você pode ter a mesma estrutura necessária para criar cachorros grandes: Um espaço de 3 metros quadrados já é o suficiente.

Para criação, você pode ter um mini haras de 10.000m, que pode comportar 20 pôneis, com 10 baias e um depósito de sela.

Cuidados especiais com o animal

O pônei não exige cuidados especiais porque é um animal que come pouco e também se alimenta de pasto. A alimentação pode ser com ração para complementar o pasto com capim , sal mineral e feno de alfafa. O custo mensal com alimentação de um pônei é em média R$100, ou seja, o custo é muito barato e pode ser um negócio bem rentável, como falaremos a seguir.

Além disso, o animal adoece pouco e os gastos com o médico veterinário são poucos. Basta vacinar, fazer a vermifugação e ficar de olho em carrapatos e parasitas.

O cocho deve ter boa luminosidade e ventilação, e o chão deve ter porosidades para evitar que o pônei escorregue e caia. Cuidado também com o ferrageamento (inserção e manutenção da ferradura).

A pata do pônei deve ser limpa todos os dias, e os seus pelos escovados.

Mesmo sendo animais muito resistentes, os adultos não devem cavalgar em pôneis.

Diferenças entre pônei e cavalo

Apesar de o pônei também ser chamado de “Mini Horse” (Mini Cavalo), existem várias diferenças entre essas duas espécies de eqüino. Veja quais as diferenças entre pônei e cavalo:

  • Tamanho: O tamanho é uma das maiores diferenças entre o pônei e o cavalo, e sabemos que o pônei é menor, mas quanto exatamente? Os eqüinos são medidos em “mãos”, e considera-se a medida de uma mão de um homem adulto, que tem 10,5 cm em média. Um cavalo adulto deve ter 14,2 mãos, e o pônei tem qualquer tamanho abaixo disso (apesar de especialistas afirmarem que pôneis não ultrapassem os 1,36m);
  • Raça: A maioria das raças de pônei tem a palavra “pônei” no nome, como o Pônei de Gales, Pônei Brasileiro e o Pônei das Américas, por exemplo.
Read Full Article

Quando se pensa em cavalos, muitos acham que são todos bastante parecidos. No entanto, existem diversos tipos e cada um com suas diferenças. Mas então, quais são as principais raças de cavalos?

Dentre elas, as mais famosas são Árabe, Lusitano, Andaluz, Quarto de Milha e Appaloosa. No nosso país, o Mangalarga surgiu no século XIX desenvolvido por criados brasileiros e é o destaque. Vamos entender um pouco mais sobre cada uma delas nesse artigo.

História dos cavalos

Todos os cavalos vieram da Equus caballus, mas existem diversas raças no planeta, assim como para os outros animais. Elas foram sendo criadas ou surgindo de acordo com as necessidades humanas ou a adaptações ambientais.

Os cavalos foram domesticados há cerca de 3 mil anos atrás e são descendentes do pré histórico Hyracotherium, que viveu por volta de 50 milhões de anos atrás! Além disso, ainda existe uma divisão de quatro grupos para as principais raças de cavalos atuais:

  • Cavalos de sangue muito quente (Animais de forte temperamento, como o Puro Sangue Inglês e Árabe)
  • Cavalos de sangue quente (Raças de desporto e sela, como Andaluz, Appalosa e Quarto de Milha)
  • Cavalos de sangue muito frio (Animais voltados ao trabalho pesado, como o Percheron)
  • Pôneis (Cavalos que medem menos que 1,44 m)

Principais raças de cavalos

  • Árabe

Podendo estar nas pelagens castanho ou preto, a raça Árabe mede entre 1,47 m e 1,57 m. É mais usado para competições como corridas e salto de obstáculos, além de lazer. É também a raça mais antiga do planeta tendo registros no século XX a.C!

  • Lusitano

É uma das principais raças de cavalo que aparece na pelagem tordilha ou castanha provenientes da mistura entre Árabes e Berberes. Machos medem 1,60 m e fêmeas 1,55 m geralmente sendo um cavalo de sela. E por ser de extrema confiabilidade é muito usado por iniciantes.

  • Andaluz

Essa raça mede por volta de 1,57 m, nas pelagens tordilho, alazão ou castanho e é muito usado para selas e shows como touradas. É um cavalo que teve influência na raça espanhola que por sua vez influencia quase todas as outras da América Latina.

  • Quarto de Milha

Mesmo sendo uma das principais raças de cavalos, é uma das poucas que pode possuir todas as pelagens. Mede entre 1,52 m e 1,62 m e geralmente é usado para trabalho com gado ou sela. São doces, versáteis, rústicos (tendo uma musculatura bem forte) e muito inteligentes.

  • Appaloosa

Tem cinco pelagens oficiais, podendo ser blanket, marble, leopard, snowflake ou frost. Mede entre 1,47 m e 1,57 m e é muito usado para sela. Também um cavalo reprodutor e muito usado em competições devido à sua boa índole, vigor físico e consistência.

  • Mangalarga

Como dito anteriormente, essa é uma das principais raças de cavalos no Brasil. Sua pelagem é principalmente castanha e tem uma altura média de 1,55 m. Normalmente é usado para passeio ou trabalho com gado tendo sendo sua principal característica marchar com base dupla de contato ou apoio.

 

Read Full Article