Skip to content

Fila Brasileiro: Cuidados básicos

janeiro 30, 2016

O fila brasileiro é reconhecido por ser um dos melhores cães de guarda entre todas as raças e seu temperamento protetor com certeza é uma marca registrada dessa raça. Por ser de porte muito grande, entretanto, é fundamental ter os cuidados certos para que o convívio seja agradável e protegido. Confira a seguir quais cuidados básicos ter com essa raça.

Não exagere na comida

Muita gente acha que, por ser um cão de porte grande, é necessário alimentar o fila de maneira exagerada. Embora animais adultos e de porte maior realmente precisem de uma quantidade maior de comida, o exagero não é uma boa solução.

Por isso, prefira alimentar o cachorro de acordo com o seu tamanho: ele deverá receber mais comida conforme mais velho ou maior ele for. Evite também dar comida caseira, preferindo sempre rações de boa qualidade e que sejam adequadas para essa raça.

Evite pisos duros

Uma característica importante é que sempre que possível deve-se evitar fazer o fila ficar em uma região de piso muito mais duro. Isso se deve ao seu grande porte: quanto mais resistência o piso oferecer, mais suas articulações serão forçadas e maiores as chances de que o cão desenvolva um problema de locomoção, por exemplo.

Por isso, o mais indicado é permitir que o animal passe o máximo de tempo possível em um ambiente com solo mais fofo, como a grama. Dessa maneira, há uma proteção maior às suas articulações.

Mantenha a higiene do local

Também é fundamental que o local onde o fila brasileiro vive esteja sempre limpo e arejado. Isso impede o crescimento de parasitas que podem causar doenças potencialmente fatais para os cachorros, como carrapatos e alguns tipos de vermes.

O ideal é recolher as fezes do animal diariamente e sempre que possível, além de lavar o local de duas a três vezes por semana. Dessa maneira, efeminam os riscos de que o animal adquira algum tipo de doença proveniente da falta de higiene.

Não dê muitos banhos

Por ser um cão bem babão, muitos donos acham que o melhor é dar banho várias vezes por semana nessa raça. Essa, entretanto, não é uma atitude muito recomendada já que em vez de eliminar o possível mau odor isso pode fazer com que o animal desenvolva algum tipo de alergia, como uma dermatite.

Por isso, é muito importante, sim, que ele tome banho com frequência, mas uma vez a cada uma ou duas semanas já é o suficiente para garantir que o animal fique limpo.

Invista no adestramento

O fila brasileiro é uma raça instintivamente protetora e de guarda. Por isso, é natural que eles se tornem agressivos diante de qualquer pessoa desconhecida, o que pode ser potencialmente perigoso – especialmente quando o cachorro já está adulto.

Por isso, é necessário investir no treinamento e adestramento do seu cachorro para que ele possa obedecer e entender melhor o que é uma ameaça e o que não é. Não deter o controle de um animal dessa raça significa aumentar as chances de que o cachorro ataque por sentir que seu território está sendo invadido.

 

O fila brasileiro não nega o seu nome e é uma das raças mais conhecidas em todo o Brasil. Seus cuidados são relativamente simples, mas por ser uma raça de porte maior é preciso prestar atenção aos cuidados para garantir o conforto e bem estar dessa raça.