Skip to content

Doenças comuns em labradores: Saiba quais são elas!

agosto 23, 2016
doenças labradores

O Labrador Retriever é uma raça queridinha, que encanta pela beleza, afetuosidade, muito dócil e que se dá bem com todos ao seu redor. No entanto, é um cão de raça pura com pré-disposição para certas doenças, comuns da raça.

Um excelente cão de guarda e companheiro maravilhoso em casa, se você tem um Labrador em casa, é de suma importância conhecer bem essas doenças para saber como trata-las e zelar pela saúde do seu animal.

Doenças mais comuns da Raça Labrador Retriever

Atrofia Progressiva de Retina (APR)

É a má funcionalidade de elementos dos tecidos que formam a retina. Ocorre nos dois olhos, é hereditária e irreversível, ou seja, progride até a cegueira total. Pode ser percebida com a perda de visão noturna do cão e é diagnosticada com o eletrorretinografia (EG), um exame indolor, que estuda a resposta da retina a estímulos luminosos.

Catarata

Também causadora de cegueira em cães desta raça, a catarata é muito comum em Labradores e pode ser tratada, exceto quando aparece no mesmo período que a APR, neste caso, não há cura.

Displasia coxofemoral

Essa doença faz com que o Labrador desenvolva uma má formação esquelética do quadril, fazendo com que a cabeça do fêmur não encaixe corretamente na tomada pélvica. Isso causa uma dor muito forte nos cães, fazendo com que eles sofram de claudicação e pode desenvolver sérios problemas de artrite.

Torção gástrica

É uma torção e congestionamento do estômago do Labrador, ocasionando gases e inchaços do abdômen. Esta doença causa uma dor insuportável no animal e pode levar a óbito, se não tratada. Salivação e agitação excessiva, ânsias de vômito e muita força ao defecar, são sinais claros de torção gástrica. Fique atento!

Miopatia Centro Nuclear

Comum em filhotes de Labradores, esta doença aparece nas primeiras oito semanas até o quinto mês de vida, causa atrofia musculares e gera problemas seríssimos de coordenação motora do cão, que piora com o passar dos anos. Não é fatal, mas suas consequências em longo prazo podem desenvolver outras doenças, como afetar a respiração do Labrador.

Displasia de cotovelo

Também muito comum na raça, esta doença ocasiona em más formações nas articulações de cotovelo, causando dor e prejudica a boa funcionalidade dos membros anteriores.

Cuidados com labradores

Para que seu Labrador tenha uma vida saudável, mesmo com todas essas doenças, é de suma importância que o dono mantenha a vacinação do cão em dia, todas os cuidados necessários com pelo, higiene e alimentação também são fundamentais. Exercícios diários ou semanais como caminhadas, pequenas corridas e brincadeiras ajudam muito a prolongar a vida útil dos músculos do cão, fazendo com que essas doenças se desenvolvam mais tardiamente.

Vale destacar ainda que, um cachorro é um ser vivo que precisa de tanto cuidado quanto uma criança, por exemplo. Por isso, ao levar um pet para casa, tenha em mente a responsabilidade que está adquirindo, os custos que esse animal vai ter e, principalmente, se for um Labrador Retriever, haja vista as doenças comuns da raça.