Skip to content

Meu cachorro está triste: O que pode ser? Como tratar?

fevereiro 15, 2016

Solidão, mudanças de hábitos e doenças mais graves podem ter como denominador comum um sintoma em cachorros: a tristeza. Normalmente cachorros são muito alegres e festivos e, portanto, quando isso muda é sinal de que existe algo errado. Sem ajuda, o seu cãozinho pode sofrer por muito tempo e até mesmo chegar à morte. Assim, veja o que pode fazer com que seu cachorro fique triste e descubra como tratar.

Solidão

Um dos motivos mais frequentes relacionados a um cachorro triste é a solidão, pois cachorros são animais altamente sociáveis e que precisam de carinho e atenção.

Quanto não recebem isso, a reação natural é a de ficarem tristes e acabarem se isolando. Outro sintoma que pode aparecer junto a isso é a perda de apetite e perda de interesse e ânimo em geral. Para tratar, o importante é criar momentos de conexão com o cachorro, como passeios diários e brincadeiras diversas.

Síndrome de Ansiedade da Separação

No mesmo estilo da solidão, muitos cachorros ficam tristes devido a um quadro conhecido como Síndrome de Ansiedade da Separação. Isso acontece quando a rotina do cachorro muda subitamente, como quando o dono começa a chegar mais tarde, deixa de sair com ele ou mesmo passa muitos dias longe de casa.

Sintomas associados a isso incluem a destruição de itens pessoais do dono, latidos fortes e fezes e urina espalhadas por toda a casa. Tudo isso é uma forma de chamar a atenção do dono e a busca por uma ajuda especializada é fundamental para garantir a adaptação do cachorro à nova rotina.

Depressão

Se ignorados os quadros de solidão ou de SAS é bem possível que o cachorro desenvolva um quadro de depressão. Assim como nos humanos, essa é uma doença que afeta seriamente o comportamento do animal e que precisa de tratamento o quanto antes para evitar que surjam consequências físicas e graves.

Um sintoma muito característico desse quadro é a intolerância ao toque, ou seja, o cachorro se mostra agressivo quando você tenta tocá-lo. Perda de apetite e apatia em geral também são frequentes e por isso é importante contar com um profissional para um tratamento adequado.

Desidratação

Em dias muito quentes o cachorro pode sentir um mal estar especialmente se estiver desidratado. Com isso, ele pode acabar desenvolvendo um quadro triste, ainda que nada tenha acontecido em sua vida canina.

Se o cachorro está arfando e constantemente com a língua para fora, mas apático e triste, esse é um sinal de que pode estar desidratado e é fundamental garantir que ele tenha água limpa e fresca. Se possível, mova o cachorro para um ambiente mais fresco até que ele melhore, mas se isso não acontecer será necessário levá-lo com urgência a um médico.

Doenças diversas

Doenças diversas, como cinomose e doença do carrapato, também podem fazer com que o cachorro adquira um comportamento apático e triste. Principalmente as doenças que afetam o sistema nervoso fazem com que o animal perca a animação.

Normalmente outros sintomas mais graves estão associados, como vômitos, diarreia e falta de apetite. Em vez de deixar que o sofrimento do animal se prolongue procure um médico o mais rápido possível para que seja feito um diagnóstico preciso.

Cães também ficam tristes e por isso é muito importante que você se mantenha sempre atento a qualquer mudança de comportamento. Nesses casos, não hesite em procurar ajuda médica para garantir o conforto do seu bichinho.