vacinas para cavalos

Vacinas para cavalos

Os equinos assim como outros animais precisam de cuidados regulares, e certifica-se que eles estão saudáveis é um das obrigações do criadores de cavalos, e garantir de que eles estão vacinados é uma das principais ações para ter cavalos sempre saudáveis. Ao contrários dos suínos e dos bovinos, os equinos não possuem um calendário fixo de vacinação, ficando ao cuidado do veterinário responsável de criar um calendário de vacinas para os cavalos e garantir que elas sejam aplicadas nos períodos corretos.

Doenças em cavalos

Apesar de não existir um calendário fixo, existem algumas vacinas que todos os cavalos devem tomar ao longo da vida, como a é caso da vacina contra o tétano, influenza, contra a raiva, contra encefalomielite equina, vacina contra a rinopneumonite, porém algumas dessa vacinas não são necessárias para todos os animais, somente o veterinário é quem pode avaliar cada caso. Algumas doenças que acometem os cavalos não possuem tratamento nem vacinas, como é o caso da Anemia Infecciosa Equina e o Mormo, que nesse caso é recomendado que o animal seja sacrificado para não sofrer com os efeitos da doença.  Veja abaixo mais sobre as principais doenças em cavalos que possuem vacinas.

  • Gripe Equina: Essa doença afeta todo o sistema respiratório do animal, possui uma rápida disseminação e contagia os outros cavalos do local, uma vez que ela é transmitida por um vírus que se espalha rapidamente.
  • Tétano: O tétano é causado por uma bactéria e uma vez que o cavalo contrai essa doença é dificil encontrar a cura, por isso é recomendado a vacinação preventiva contra o tétano em todos os cavalos.
  • Rinopneumonite: Essa também é uma doença que ataca o sistema respiratório, ela é causada por um herpesvíruos que se divide em cinco grupos e tem como um dos principais efeitos negativos no sistema reprodutor provando abortos.
  • Encefalomielite: Essa doença atinge o sistema neurológico, a vacina contra essa endemia é recomendada em locais onde possuem uma grande população de cavalos, como em hípicas e centro de treinamentos.
  • Raiva: A raiva é causada por um vírus e pode destruir o sistema neurológico e causar a morte dos cavalos. É considerada uma zoonose, uma vez que é transmitida por morcegos.
  • Adenite equina: Essa doença é muito comum, principalmente nos potros, possui diversos tipos de vacinas contra essa doença, porém sua eficácia é limitada, por isso é preciso sempre que um veterinário avalie a saúde dos animais.
  • Leptospirose Equina: Essa doença é uma das maiores causadoras de abortos em equinos. Ela é transmitida por meio da urina de ratos que contaminam  a ração dos cavalos. A vacina deve ser aplicada a cada seis meses para que o animal fique imunizado.

Cuidados na hora da vacinação dos cavalos

As vacinas devem sempre estar armazenadas em locais secos e refrigerados, com temperatura nunca maior que 8° graus. Além disso, o local deve estar limpo para evitar contaminações, durante o transporte e utilização recomenda-se colocar as vacinas em caixas refrigeradas para evitar que elas aumentem de temperatura. Os instrumentos devem ser descartáveis ou estarem esterilizados, sendo que a cada uso as agulhas devem ser substituídas e jogadas fora. As vacinas devem estar no prazo de validade, e depois de abertas devem ser totalmente utilizadas no mesmo dia ou então devem ser descartadas.

 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *