Diabetes em cachorros: Saiba como evitar essa doença!

A diabetes é uma doença que muda completamente o estilo de vida de nós seres humanos. Sem cura, o tratamento é feito apenas para o controle da doença. Com os animais não é diferente, infelizmente os cães também sofrem com esse mal. Diabetes em cachorros é tão grave quanto é para nós, então é importante estar atento aos sinais que seu animal mostra e sempre cuidar bem da alimentação e estilo de vida.

Neles também podem vir em dois tipos:

  • Tipo I: quando o corpo não produz insulina suficiente (é a mais recorrente nos cachorros).
  • Tipo II:  quando o corpo perde sua capacidade de usar a insulina eficazmente para processar açúcares.

Sem a insulina, não é possível mover a glicose do sangue para as células do corpo para produzir a energia correta. Então com a sua ausência, o organismo precisa usar de outros membros para dar energia ao corpo. Assim desencadeia outros problemas de saúde.

Diabetes em cachorros: como surgem

Existem alguns fatores que podem fazer com que o cachorros tenham diabetes:

  • Fator genético (o cão nasce com a propensão à doença e a má alimentação ajuda no aparecimento do diabetes);
  • Obesidade;
  • Imunomediados: isso significa que o sistema imunológico do cão trabalha contra o pâncreas à medida que este tenta produzir insulina.

Há ainda, alguns fatores que fazem com que os cachorros estejam mais propensos à doença.

  • Estar entre 7 e 9 anos;
  • Fêmeas;
  • Raças como: Samoyeds, terriers australianos, schnauzers miniatura, pugs, poodles miniatura e poodles toy;
  • Cães que tiveram diversos episódios de pancreatite.

Remédios para cachorros

Se você precisa comprar remédios para seu cachorro, mas quer encontrar os melhores preços e fazer isso sem enfrentar filas, você pode encontrar uma infinidade de medicamentos na PetLove clique na imagem e confira as promoções.

 

Diabetes em cachorros: sintomas

Um dos sinais mais comuns, são:

  • Mais sede e uma maior frequência para urinar;
  • Aumento do apetite mas com uma grande perda de peso;

Quando a doença começa a crescer pela falta de tratamento, os cachorros podem ainda desenvolver outros problemas de saúde que indicam a diabetes:

  • Catarata (olhos opacos e perda da visão);
  • Doença de Cushing (hiperadrenocorticismo);
  • Infecções do trato urinário;
  • Hipotiroidismo;
  • Pancreatite aguda;
  • Câncer.

Diabetes em cachorros: tem tratamento?

A primeira coisa é diagnosticar corretamente a doença através de uma consulta veterinária. Eles farão exame de urina e sangue para detectar a presença alta de glicose em ambos. Com a confirmação, é feito novos exames para saber qual o tipo, gravidade, etc. E só um veterinário pode indicar o tratamento dosado para o seu cachorro. Mas os tratamentos indicados geralmente são:

Exercícios

A prática diária de um exercício físico é indispensável no tratamento. É importante também criar uma rotina de atividade física igual todos os dias, pois através disso que o veterinário saberá o quanto de insulina será necessário aplicar. A quantidade de insulina necessária no organismo está diretamente ligado ao quanto de energia o cão gasta.

Dieta

Como na atividade física, a dieta também influencia na dose necessária de insulina a ser aplicada. Então é ideal manter uma alimentação regrada todos os dias, a mesma quantidade e nos mesmos horários.

Insulina

Como citado, a questão da alimentação e do exercício influenciam muito nas doses da insulina. Então é feita uma observação minuciosa de todos os fatores, o que pode demorar de algumas semanas até dois meses e vários testes de laboratório para encontrar a dose de insulina mais apropriada para seu cão.

Monitoramento caseiro

É importante que dono aprenda com o veterinário como acompanhar os níveis de açúcar do seu cão diariamente. Você pode fazer isso através do monitoramento em um monitor de glicose que medirá o nível de açúcar no sangue. É utilizada uma pequena lanceta para perfurar a pele e retirar uma pequena quantidade de sangue. Essa lanceta é puxada para dentro do dispositivo e na tela é mostrada a concentração de glicose na amostra.

Diabetes em cachorros: como evitar

A melhor forma de evitar a diabetes em seu cachorro é controlando a alimentação e atividades físicas. Uma dieta equilibrada e exercícios como passeios e brincadeiras, ajudam a manter o corpo do cão trabalhando corretamente e evitando o aparecimento da diabetes.

Diabetes em cachorros: rações especiais

Existem algumas rações especiais que te auxiliam na dieta regrada para seu cão com diabetes:

  • Ração Guabi Natural Cães Diabéticos: 1 kg por R$33,90
  • Balanceada para garantir a ingestão adequada dos nutrientes e promover uma menor oscilação da glicemia;
  • Combate os radicais livres;
  • Ajuda a regular o trânsito intestinal.
  • Ração Royal Canin Canine Veterinary Diet Diabetic para Cães Adultos com Diabetes: 1,5 kg por R$69,99
  • Glucomodulação: Formulação específica para ajudar a diminuir as variações da glicemia pós-prandial dos cães diabéticos.
  • Alta Proteína: Um teor protéico elevado assegura um fornecimento equilibrado de glicose para cães diabéticos.

 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *