Skip to content

Comportamento de cães e gatos: Saiba quais são os principais!

março 5, 2017
comportamento de cães e gatos

Ter animais como cães e gatos é sempre uma alegria para a casa. Eles trazem vida com suas fofuras e carinho acolhedor. Só que as vezes os bichinhos causam alguns problemas que incomodam bastante e podem deixar a relação com o animal não tão boa. A maioria dos problemas acontecem porque o tutor costuma ignorar a primeira vez que o animal perturba o ambiente. E assim, vai aceitando até a hora que se torna insuportável. É preciso sempre se lembrar de que como nós seres humanos, os animais são criados e ensinados a certas coisas. É necessário desde o primeiro problema já pensar e resolver da melhor forma para que no futuro isso não se torne um grande problema! Por isso preparamos uma lista com os principais comportamentos de cães e gatos. Confira!

Os principais problemas de comportamento dos cães

Cães por serem, em sua maioria, mais brincalhões e “bagunceiros” que os gatos, costumam apresentar mais problemas de comportamento.

Xixi em lugares indevidos

Acontece geralmente com os filhotes, que ao chegar ao novo mundo, não sabem que existe um lugar certo ou errado. É preciso ensinar o cachorrinho qual é o local correto para suas necessidades fisiológicas. Uma boa opção é manter uma alimentação regulada diariamente e levá-lo sempre nos mesmo horário no lugar. Assim, logo o cãozinho irá começar a ir sozinho.

Latir sem parar

Latir para o cachorro é como se comunicar com as palavras para nós seres humanos. Sempre que ele estiver latindo demais, algo ele quer. A maioria dos motivos são por fome, dor, frio, querendo brincar, situações de perigo etc. O importante é desde pequeno conhecer seu cachorro. Sabe como nos bebês as mães sabem exatamente qual choro é para cada coisa? Com o cachorro você também pode treinar isso. Se ele estiver latindo demais, busque antes de “xingar” ou ignorar o animal, as opções de dar comida, brincar um pouco (as vezes os cães também ficam muito ansiosos e precisam descarregar energia), verificar se não está machucado. Assim que você entender do que se trata, tudo fica mais fácil.

comportamento de cães e gatos

Pular nas pessoas

É um problema muito comum e se torna bem desagradável na hora de receber visitas. Muitos cachorros têm o costume de pular em todo mundo. Os motivos geralmente são a carência, a vontade de brincar e ter atenção. Isso se torna constante quando os donos sempre colocam o cachorro no colo quando fazem isso. Desse jeito eles entendem que sempre ao pular irão conseguir a atenção desejada. Primeira coisa é sempre separar um tempo para as brincadeiras com seu cão. Assim pode ser que diminua a necessidade do animal de buscar pela diversão. Outra solução é sempre que ele pular, esperar ele se acalmar e quando estiver no chão recompensá-lo com um agrado ou comida. Dessa forma eles começam a entender que ganharão mais atenção quando estiverem tranquilos e não pulando.

Mastigar objetos

Outro problema recorrente é quando os cachorros gostam de mastigar tudo o que vê. Acaba muitas vezes estragando objetos da casa e até pessoais. Isso acontece geralmente porque os cachorros buscam formas de se distrair sempre. Qualquer coisa mais interessante a visão dos caninos é uma opção de experimentar o novo e se divertir para sair do tédio. Uma das soluções para essa questão é evitar deixar objetos espalhados pela casa e ao alcance deles. Outra é comprar em uma loja pet objetos que são próprios para eles mastigarem.

Morder você

Quando filhotes é uma ação muito comum dos pequenos fazerem, não só para brincar mas também porque a troca de dente coça a gengiva. Porém, quando ficam grandes e continuam com esse costume, isso pode machucar as pessoas. Para evitar isso, balanceie as mordidas desde filhote. Se o seu cão já é grande, as pet shops vendem mordedores que auxiliam nisso.

Cavar buracos

Há alguns motivos para que os cães cavem buracos, principalmente nos jardins. É necessário que você perceba o motivo que está fazendo ele cavar. No caso de ser para enterrar coisas, não deixe brinquedos e ossos no local. Se for para se proteger de barulhos ou do calor, traga seu animal para dentro de casa. Se for perto da cerca ele pode estar querendo escapar, então procure deixar o local mais seguro colocando pedras ao longo da cerca.

Os principais problemas de comportamento dos gatos

Apesar de não serem tão agitados quantos os cães, os felinos também desenvolvem alguns probleminhas que podem ser solucionados de forma simples.

Fazer necessidade fora da caixinha

É o problema mais comum e que mais irrita os donos. Mas que também é, como para os cães, questão de hábito e ensino. Desde pequeno deve ser apresentado o “banheiro” para o felino. Para os gatos que ficam dentro da casa, geralmente são caixinhas que fazem o papel de vaso sanitário. Mas se o gato sempre fazia suas necessidades no local adequado e passou a mudar os hábitos só agora, é por algumas questões que você tem que tomar cuidado. Isso pode acontecer porque a caixinha dele está sem limpeza adequada. Como nós, os felinos também não gostam de fazer suas necessidades na sujeira. Então mantenha o local sempre limpo.

Arranhar móveis e pessoas

Um probleminhas que pode estragar muitos móveis e objetos da casa e de quebra irritar muito o dono do bichinho. E o pior, além dos móveis, as pessoas muitas vezes são o alvo das unhas e dentes afiados dos felinos também. Os gatos arranham para marcar território, lixar as unhas e gastar energias. É algo instintivo e natural. O que você pode fazer para evitar que o felino destrua suas coisas ou te machuque é redirecionar os locais que ele pode arranhar. Uma boa opção é comprar um arranhador e deixar perto dos móveis que ele costuma arranhar. E claro, sempre que ele começar a arranhar algum objeto ou você, pegar o arranhador e dar para ele.

Gatos agressivos

Que os gatos são animais mais esnobes, não é nenhuma novidade. Mas a versão agressiva do animal pode ser perigosa para os donos e convidados que frequentam a casa. Eles ficam assim quando não se sentem socializado no local ou com a pessoa, problemas de saúde ou por variações hormonais. Então é preciso ficar atento se isso está muito recorrente e tomar uma atitude. Existe um floral de agressividade indicado para pets que apresentam esse comportamento. O produto estimula o autocontrole e calma, promovendo uma sensação de mais leveza ao bichano.