Cães e gatos: como fazer eles se tornarem amigos

A famosa guerra de cães e gatos vem de muito tempo. Instintivamente esses animais nascem com diferenças de personalidades que fazem com que sejam projetados para “não se darem bem”. Os gatos que geralmente são menores e frágeis, quando se deparam com um cachorro, se sentem em perigo e fogem para se sentirem em segurança. Do outro lado, os cachorros são caçadores natos e vão atrás de qualquer coisa em movimento. Isso faz com que os dois, na maioria das vezes, não se relacionam de forma pacífica. Mas isso não é regra! Existem muitos gatos e cachorros que se dão muito bem e dividem uma vida tranquila e de amizade. Então como fazer meus cães e gatos serem amigos? Não é um bicho de sete cabeças, mas requer paciência e dedicação!

Como fazer meu cachorro e meu gato serem amigos?

Como em muitos costumes, os animais podem mudar formas de viver conforme for ensinado. É possível treinar os bichinhos para que eles sejam grandes amigos ou pelo menos tolere a presença um do outro sem brigas e machucados.

  • Filhotes

Levar cães e gatos ainda filhotes para conviverem é a forma mais fácil de criar um vínculo de amizade entre os dois. Como ambos estarão ainda dóceis, frágeis, carentes e brincalhões, eles aprendem a ver um ao outro como o mesmo tipo de animal. Assim, você poderá alimentá-los juntos, promover brincadeiras e colocá-los até para dormirem juntos. Isso também auxilia na questão do ciúme, pois como eles irão chegar no mesmo momento, não terão o sentimento de que outro membro chegou para tirar a atenção.

Aproximação cuidadosa e aos poucos

Se a sua situação for introduzir um gato/cachorro na vida um do outro quando eles estiverem mais velhos, a aproximação deve vir aos poucos e com cuidado. Como nessa situação, seja o cachorro ou o gato, provavelmente irão sentir o seu espaço invadido, a chance de um se hostilizar com o outro é grande. Então não adianta forçar deixá-los juntos, porque isso só pode promover mais brigas e estranhamentos.

  • O ideal é deixar cada um em cômodos separados por uma porta por pelo menos uns dois dias. Assim, eles sentirão o cheiro um do outro de forma mais sutil para se habituarem a presença.
  • Depois desses dias, comece a colocar os dois no mesmo ambiente com sua supervisão. Coloque uma coleira no seu cachorro para controlar seus impulsos. Aproxime os dois e observe como eles irão reagir. Eles podem se cheirar e ficar tranquilos; o cachorro pode latir e o gato se assustar; o gato pode mostrar os dentes, ficar com o pelo ouriçado e assustar o cão.
  • Independente da reação de ambos, continue fazendo isso sempre até que eles percebam que vão ter que conviver um com o outro.

Dê atenção para o primeiro animal da casa

Uma dica importante é de dar bastante atenção para o animal que estiver primeiro na casa. O estranhamento pode ocorrer boa parte porque o bichinho começa a se sentir trocado e com ciúmes. Se ele perceber que a presença do outro animal não irá afetar no tratamento dos donos com ele, provavelmente ficará menos arisco e mais aberto a nova companhia.

Mostre que os dois têm importância

Uma boa forma de mostrar que a presença do outro animal não exclui o outro, é quando o gato aparecer no ambiente, faça carinho no seu cachorro, dê um petisco. Repita por alguns dias para que o cachorro entenda que a presença do gato no lugar faz com que ele ganhe coisas boas. Depois, faça o mesmo com seu gato: quando o cachorro estiver perto, faça carinho no seu bichano, alimente com comidinhas. Desta forma ambos começarão a ligar a presença um do outro com coisas boas.

Separe os itens de cada animal

Fazer com que cada um sinta que tem seu espaço é importante para fazer que o cachorro e gato sejam amigos. Então, mantenha o lugar de dormir, comer e fazer suas necessidades do primeiro animal no mesmo local de sempre. Assim ele não sentirá que o outro bicho está “tirando” seu lugar.

Faça brincadeiras com os dois

Como fazer meu cachorro e meu gato serem amigos sem uma boa brincadeira não é? É ali que a guarda abaixa e o divertimento as vezes supera as diferenças. Você deverá começar aos poucos, como quem não quer nada. Um bom exemplo é jogar uma bolinha de papel para o gato, e na mesma hora jogar uma bolinha de borracha para o cachorro. Outra boa ideia é pegar aquele bastão com barbante e um objeto na ponta e começar a mexer. Ambos irão começar a pular para pegar o objeto e quando menos perceberem estão brincando juntos.

 

Eaí, você tem cães e gatos? Tem mais dicas? Conta pra gente!

 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *